A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Uninitialized string offset: 0

Filename: controllers/blog.php

Line Number: 113

RINAVE - Registro Internacional Naval

Rinave certifies platform for access to Windfloat/Rinave certifica plataforma para acesso ao Windfloat

 

The classification society Rinave – Registro Internacional Naval, SA, has certified an aluminium platform, adapted to the bow of a rigid inflatable boat, to enhance the safety conditions of the access to the Windfloat floating wind turbine. 

This turbine has been moored for two months in the ocean energies park of Aguçadoura, six miles off the port of Póvoa de Varzim. A test program is now underway, which requires constant access of technicians and equipments to the Windfloat. In order to improve the safety conditions of the access, a platform has been fitted in the bow of the rigid inflatable boat contracted for this service.

 

 

The platform has a high rigidity, provided by two longitudinal girders and two lateral girders (port and starboard) at 45º and is accessed using a small ladder from the deck of the boat. The platform is fitted with guard rails across its perimeter and, when completely fitted, weights around 300 Kg. It includes two fenders which absorb the impacts with the Windfloat. The upper and lower parts of the platform are open, allowing the seawater to flow through in case of impact of the boat’s bow with a wave. The design has been carried out by the Portuguese naval architecture design office OneOcean. 

The certification involved the approval of the plans of the aluminium structure, including the study with a beam model, the survey of the construction and static and dynamic tests including suspension and impact. The later consisted of impact tests on a mock-up structure, specially built for these tests, which reproduces the structure around the access ladder fitted in Windfloat. The objective of these tests was to simulate the conditions of operation of the boat and, in particular, the approach to the structure. 

A sociedade classificadora Rinave – Registro Internacional Naval, SA, certificou uma plataforma em alumínio, adaptada à fixação na proa de uma embarcação semi-rígida, para melhorar as condições de segurança do acesso à turbina eólica flutuante Windfloat.

Esta turbina encontra-se desde há dois meses fundeada no parque de energias marinhas da Aguçadoura, a seis milhas do porto da Póvoa de Varzim. Decorre actualmente um programa de testes, que tem exigido constantes acessos dos técnicos e seus equipamentos ao Windfloat. De forma a melhorar as condições de segurança do acesso, foi agora introduzida uma plataforma na proa do semi-rígido contratado para este serviço.

A plataforma apresenta elevada solidez, garantida por duas longarinas centrais e duas laterais (BB e EB) a 45º e é acedida por meio de uma pequena escada a partir do convés da embarcação. A plataforma apresenta balaustrada no seu perímetro e, quando completamente aprestada, pesa cerca de 300 Kg. Inclui ainda duas cintas de defensas destinadas a absorver os impactos com o Windfloat. As partes inferior e superior da plataforma são abertas de modo a permitir a passagem de água em caso de impacto da proa da embarcação com uma onda. O projecto é da responsabilidade do gabinete de projecto naval português OneOcean.

A certificação envolveu a aprovação dos planos da estrutura em alumínio, incluindo o estudo com um modelo de elementos de viga, a inspecção da construção e ensaios estáticos e dinâmicos de suspensão e impacto. Este último consistiu na realização de impactos numa estrutura idêntica em tudo à estrutura que rodeia a escada de acesso ao Windfloat, construída de propósito para estes ensaios. Pretendeu-se assim simular as condições de operação da embarcação e em particular a aproximação à estrutura.

 

Posted in General by 0 on 19 December 2011